Serviços manuais e automatizados: quais são as diferenças?

Existem dois modelos em que sua produção pode estar baseada: manual ou automatizado. Apesar de, a princípio, parecerem conceitos simples, essas duas formas de produção tem implicações diferentes na rotina da empresa e na qualidade dos produtos.

Acompanhe nosso post e saiba quais são as diferenças entre os dois e qual é a melhor opção para seus processos industriais.

Serviços manuais

Os serviços manuais, como o nome já diz, são aqueles realizados diretamente por pessoas e na maioria dos casos sem o auxílio de máquinas ou equipamentos eletrônicos. Eles são indicados em processos de inspeção ou em momentos da produção que requerem tomadas de decisões baseadas em dados incompletos, por exemplo. Outros pontos fortes que podem ser considerados quando do uso da mão de obra humana são:

  • Estímulos e sentidos inesperados, pois na automatização, as máquinas não conseguem (por enquanto) identificar estes pontos;

  • Lidam com problemas abstratos;

  • Adaptação à mudanças;

  • Generalização a partir de observações;

  • Aprendizagem a partir da experiência.

Serviços automatizados

Já os serviços automatizados são aqueles operados por máquinas, com a mínima interferência da mão de obra humana. Processos automatizados trazem às empresas ganhos significativos, uma vez que reduzem o tempo de execução das tarefas.

Eles são indicados para quem quer ganhar vantagens competitivas sobre os concorrentes. Outras vantagens dos serviços automatizados são:

  • Aumento da produtividade: a automação faz com que os ciclos de produção tenham seu tempo reduzido, aumentando a eficácia e a repetibilidade do processo;
  • Redução de custos: apesar do alto investimento inicial, serviços automatizados permitem o rápido retorno do dinheiro aplicado, pelo aumento na produção. Além disso, a mão de obra humana é reduzida, diminuindo-se os custos com as contratações;
  • Melhoria na qualidade dos produtos: máquinas conseguem fornecer bons resultados de forma consistente e contínua. Isso aumenta a qualidade do produto, uma vez que elimina-se os problemas relativos a possíveis erros humanos;
  • Maior segurança: um projeto de automação é pensado de forma a obedecer rigorosamente normas de segurança, reduzindo-se os riscos de acidentes dentro da planta;
  • Padronização: no caso de artefatos de cimento, por exemplo, a automação garante a padronização e o perfeccionismo das peças, algo difícil de atingir com a mão de obra humana.

Afinal, qual dos dois processos é melhor?

Como pudemos ver, tanto serviços manuais quanto os automatizados possuem suas vantagens e podem ser aplicados em momentos diferentes da produção.

É importante lembrar também que a automação não elimina por completo a mão de obra humana, visto que ainda é preciso operadores para os equipamentos.

Porém, para quem busca sobreviver e se destacar na atual economia, é preciso se manter atualizado e competitivo no mercado.

Dessa forma, a automação industrial surge como a melhor alternativa, proporcionando às empresas formas de manufatura mais ágeis e rentáveis e a capacidade de acompanhar, ou mesmo ultrapassar, os concorrentes, conquistando vantagens competitivas sobre eles.

Recentemente, automatizar os processos é um recurso cada vez mais utilizado por indústrias de diferentes segmentos e tamanhos devido ao grandes benefícios trazidos.

E você, ainda possui processos que utilizam de serviços manuais na sua empresa? Já pensou em automatizar sua produção? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe conosco suas experiências!

Cadastre seu E-mail
Gostou do artigo? Cadastre seu e-mail e seja o primeiro a receber nossas novidades!
Nós odiamos spam. Seu endereço de email não será vendido ou compartilhado com qualquer outra pessoa.
Categorias
Menu
Menu
Sitemap